Textos da Tânia | Lourenço (re)descobrir

Lisboa, 2017

Eu sei que vos parecerá estranho e que vos vai custar e talvez não a entendam, porém peço que respeitem a minha decisão e acima de tudo confiem em mim. Sabem que nunca fui o mesmo depois da sua morte, parte de mim morreu junto com ela. Me sinto vazio, sem rumo.Ouvir as pessoas dizerem que sou frio e não tenho sentimentos porque não demonstro, é verdade que vêm de pessoas que não me conhecem ou não sabem do que ela era para mim... As pessoas não sabem como realmente estou, nem eu próprio o sei muito bem.Não a ter aqui ao meu lado, ver o seu sorrido, ouvir a sua voz, sentir o seu aroma, ver o meu reflexo nos seus olhos azuis como o mar, vê-la dormir nos meus braços, beijar os seus lábios, ou tão só ver como os seus olhos brilhavam quando estava rodeada pelos seus sobrinhos. Quero que o tempo recue, para puder aproveitar mais uma vez de tudo isto. Agora tudo é diferente, o mundo deixou de ter cores.Eu preciso de tempo para mim, tempo para pensar, para fazer o meu próprio luto, para sarar e sobretudo preciso de tempo para me redescobrir. Não creio que volte a ser o Lourenço que fui até então, a sua morte está cravada em mim e não é algo que vá desaparecer. Quero e necessito apreender a viver com a sua ausência sem perder a minha própria essência. Por isso decidi fazer esta viagem de auto descoberta, de libertação. Preciso de mudar de ares, de afastar-me de tudo o que me faça recorda-la e que alguma forma me faz andar dois passo para trás, preciso de novas experiências, de conhecer novos lugares, novas culturas, de novos desafios. Realizar o sonho dos dois por ela, por nós mas sobretudo por mim. Realizar um sonho que devia ser realizado pelos dois, mas que por esta ou aquela razão foi sendo deixado para trás. Este sentimento de culpa não se irá, talvez da mesma forma que a ausência dela nunca se irá da minha vida, porque é isso que eu sinto.Prometo ir dando notícias, ir dizendo por onde estou para não ficarem preocupados. 
Com muito carinho, 

Lourenço

Comentários

  1. Incrível como foste capaz de escrever algo de partir o coração 💔, mas ao mesmo tempo tão inspirador...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário